29 dezembro, 2009


Paredes, Gondomar, Ermesinde, Águas Santas, Aveiro.
2006

O tempo não pára.
Nós também não.
Passados alguns meses desde o último encontro, agradeço ao Natal por nos trazer aos cinco ao mesmo local, ainda que por apenas algumas horas.
Durante esse precioso tempo que nos damos como presente, o tempo recua. Tudo volta a ser como em 2006. E sabe tão bem... o riso de uma, a 'loirice' de outra, a parvoíce de todos, os scones e a habitual confusão instalada, como sempre que nos juntamos.
...
Mas a verdade não deixa de o ser só porque nós queremos... o tempo não pára, nem recua.
Por muito que desejássemos que sim.
Estamos quase em 2010 e quatro anos deixam marcas. Umas horas não chegam (nem nós queremos) para desabafos profundos, embora as marcas dos caminhos que escolhemos pairem como nuvens carregadas.
Está na hora do meu intercidades. Está na hora de cada um voltar para a vida que escolheu, ou para onde foi "empurrado" pela falta de perspectivas de futuro que o Natal da vida trouxe a quem nasceu em 1987.

Lisboa, Gondomar, Lisboa, Águas Santas, Oxford.
27-12-2009

Até breve.

3 comentários:

Manel M.D. disse...

Nunca vás dormir, sara.
porque depois não podemos ler estas coisas fantásticas. És a melhor blogger do mundo.

escreveste pouquinho mas eu já ando aqui nesta caixinha de comments a tentar dizer algo mais. Nao consigo. Talvez tenhas dito tudo. Nao sei dizer se tou triste por ter perdido algumas coisas que considerava certas ou se, simplesmente, de tanto ser empurrado, já me habituei.

Mas sei das que nao quero perder. E se o que ha sao 2horas num café pelo Natal, a cada ano, so be it. Menos do que isso, nunca.

*, lisboa lisboa

Luna Tic disse...

o tempo não pára, mas há momentos que mos fazem parar assim no tempo e olhar em volta e ver pessoas de que gostamos tanto que éramos capazes de ficar assim para sempre, como se pudessemos transformar o momento num retrato, daqueles a preto e branco ou sépia. devaneios à parte, o bom de estar longe é voltar e ver que tudo pode ser como dantes, nem que seja por pouco tempo. acredita, já senti isso na pele =)

ainda não me fizeste nenhuma visitinha snif.

beijinho*

Dylan disse...

Então boa viagem. E não se engane: o destino não é Cambridge.