31 agosto, 2011

Picoense de gema

Faz hoje exactamente um mês sobre o dia em que eu pensei que os tormentos da residência universitária iam terminar.

Uma breve visita aos SASUTL, no início de Agosto, fez-me mudar de ideia. Garantiram-me que tinham a residência universitária ideal para mim, longe do pandemónio que é a FMH. Além disso, fica a 10 minutos a pé do meu trabalho. E lá vou eu, de armas e bagagens, mudar-me para uma nova residência, bem mais pequena. Um apartamento para 13 raparigas (com uma só casa de banho com banheira - medo), quartos a dividir, apertadinho que dói, mas mais sossegado, garantiram-me. Vou inaugurá-lo exactamente hoje.

Estou há menos de dois anos em Lisboa. É a sexta vez que ando com as tralhas às costas. Ah! E é a 1ª vez na vida que vou deixar de ser suburbana. Vamos ver quanto tempo aguento.

Olá Picoas!

4 comentários:

Catsone disse...

Tudo o que seja dividir a casa-de-banho com mais do que uma pessoa é já muita promiscuidade...

Marta Costa disse...

sabemos à partida que não é a melhor das condições, mas espero sinceramente que corra bem pelo menos até teres uma outra solução! Ah... e tenho saudades tuas***

k disse...

Somos vizinhas Saronga! Eu e a Rita somos as Picoas Queens. :)

Sara non c'e disse...

Catsone, promiscuidade, sujidade, tempo indeterminado de espera... Que Deus Mike me proteja...

Martinha, vamos ver como corre. Saudades também :)*

Kace, se precisarem de uma cebola ou um pacote de farinha, estou na Rua Andrade Corvo. Mais detalhes por mensagem privada :P