06 janeiro, 2011

Se apresentar o telejornal, não beba

Para uma pessoa que não sabe falar em público, sempre imaginei que tragédia aconteceria se me pusessem a apresentar um telejornal (hipótese apenas provável caso todos os outros jornalistas do mundo morressem, se reformassem, ou abraçassem uma profissão onde recebam dinheiro a sério).

Como nada isto irá acontecer, este pivot da RTP serve-me como exemplo:



Na verdade, eu acho que faria pior...

5 comentários:

Johnny disse...

O homem teve desde as 2 da manhã até às 6... acho que tem desculpa. O facto do vídeo se chamar "vergonha" é um bocado desajustado quando há pessoas que têm mais experiência, certamente, e fazem coisas piores... como demonstrar parcialidade política! Eu desculpo-o.

Sara non c'e disse...

Johnny, o homem esteve desde as 2 da manhã até às 6h mas (espero), antes ou a seguir foi dormir enquanto os outros trabalharam... a única coisa que ele tinha de fazer ali era apresentar peças... Pode ter ficado sem teleponto, podia estar doente, podia qualquer coisa, mas a nível profissional esteve mal. Espero que tenha sido só desta vez, azares acontecem a toda a gente :-)

Johnny disse...

Parece-me que é um caso de quando as coisas começam a correr mal já nunca mais se endireitam ou a velha lei de Murphy. Claro que está mal, mas o horário indicará também que está numa fase inicial da sua carreira. Quantos vídeos não há de jornalistas como o José Rodrigues dos Santos e dos outros considerados o expoente máximo da apresentação de jornais em Portugal com vídeos semelhantes... Claro que é pouco profissional porque as coisas não correram como deviam, mas o pormenor de quem pôs o vídeo no Youtube lhe chamar "Vergonha" é que acho errado. Ficaria, por exemplo, bem melhor o teu título :)

Sara non c'e disse...

Sinceramente, nem tinha lido o título do vídeo até o teres mencionado, e é claro que não concordo com ele. Todos cometemos erros, o azar de profissões como a dos jornalistas é que esses estão à vista de todos.

elsadossantos disse...

ora vamos lá perceber...

mas quem é que precisa de saber notícias àquelas horas?! o senhor devia era tar a dormir! obrigam-no a dizer acontecimentos vários e o descanso do menino? onde tá?...

tá mal! tá errrradu!