22 setembro, 2009

The End

O título foi só para vos dar aquela esperança de "Ena, menos um blog inútil a ocupar espaço na internet!".

Mas não. Afinal ainda vou continuar por cá a dizer tudo o que me apetece, sem qualquer interesse, rigor nem isenção.


Pronto, agora que já estraguei o dia aos meus 4 fieis e habituais visitantes, aproveito também para me redimir no mesmo post, e dar um mimo a quem resistiu a ler para além da parte em que digo que não vou acabar com o blog. Como? Com uma bela música da melhor banda do mundo.

Já era conhecida há cerca de dois meses e foi tocada ao vivo há um mês, mas a partir de ontem já pode ser comprada. Vem inserida num belo álbum chamado Backspacer, de uma banda nova chamada Pearl Jam. São bons, estes putos. Aconselho.


É uma música que descreve o que passa na cabeça de alguém que sabe que já não tem amanhãs. A revolta de não poder concretizar os planos que tinha traçado em conjunto. A tristeza de ficar a meio do caminho.
Por um lado é a sua viagem que fica por ali, por outro dói pensar que os outros vão continuar sem nós. Os planos eram no plural... Que merda esta de tomarmos a velhice por garantida.


 The End




What were all those dreams we shared
those many years ago?
What were all those plans we made now
left beside the road?
Behind us in the road

More than friends, I always pledged
cause friends they come and go
People change, as does everything
I wanted to grow old
I just want to grow old

Slide up next to me
I'm just a human being
I will take the blame
But just the same
this is not me

You see?
Believe...

I'm better than this
Don't leave me so cold
I'm buried beneath the stones
I just want to hold on
I know I'm worth your love

Enough...
I don't think
there's such a thing

It's my fault now
Having caught a sickness in my bones
How it pains to leave you here
With the kids on your own
Just don't let me go

Help me see myself
cause I can no longer tell
Looking out from the inside
of the bottom of a well

It's hell...
I yell...

But no one hears before I disappear
whisper in my ear
Give me something to echo
in my unknown future's ear

My dear...
The end
comes near...
I'm here...
But not much longer.

5 comentários:

elsadossantos disse...

ena! temos skin novo! gostei :)

qt ao título do post... não se faz! isso é o mesmo q oferecer um chupa-chupa a um puto, arrancar-lho da mão, dar valente lambidela à javardo e atirá-lo fora! :S

e prontos... vou ter q continuar a aturar os teus delírios blogueiros por mais uns tempos, né? lá terá q serssss...

hobbesdatiger disse...

porra, pensei que o sócrates agora se tinha virado para a comunidade cigana e que ia mandar fechar o teu pasquim por ser realmente muuuuuiiiiiiiiiiiiiiiito fraquinho...mas enfim, em véspera de eleições a demagogia subsiste e infelizmente continuaremos a ter que te aturar...:P

vai uma Carmina Burana? xDDD

Sara non c'e disse...

É fraquinho mas tu gostas, FF :P Carmina who? Não sei do que falas... A verdade é que me assustei com a tua condução... Bahh!

Pronúncia disse...

Esse título foi sádico... ;)

Gosto sim senhora, mas nem de propósito, estou aqui de auscultadores nas orelhas a ouvir "The End", mas dos... Doors!

:)

Sara non c'e disse...

Que por acaso é a minha música preferida dos The Doors :)