14 agosto, 2013

Silly Season jornalística

Com tantos swaps, com tantas remodelações, com tantos dados de recuperação, desemprego e taxas de juros, Agosto está parco em silly season. Os tempos que se vivem não deixam descansar a cabeça com as habituais peças jornalísticas sobre o calor, a praia, e o calor, a praia, ou animais que falam.

Até que hoje o Correio da Manhã perdeu a cabeça e desceu tão baixo que, certamente, irá manter a sua posição de jornal mais lido deste país.

Era uma vez um grupo de Facebook "reservado" a jornalistas. Debatem-se casos de bom e mau jornalismo, comenta-se, sobretudo, quem é o culpado da crise dos media e de como os jornalistas sem carteira profissional são como uma praga que rouba o lugar a jornalistas com carteira que estão no desemprego. Ou seja, é um grupo com mais de 5000 membros que tinha tudo para dar certo, mas perde-se em "picuinhices".

Na segunda-feira, Fernanda Câncio colocou uma foto de Judite de Sousa em biquini para criticar uma tabuleta de uma concessionária que se via ao fundo. 640 comentários depois, já tudo tinha sido debatido, desde as peles de Judite, à sua fraca noção de separação entre jornalismo, protagonismo e publicidade.

Hoje, quem passar por uma banca de jornais e olhar para a capa (a capa!) do Correio da Manhã pode ver a chamada: "'Ex' de José Sócrates contra Judite de Sousa". Mais: diz o jornal que este é um "Exclusivo" do Correio da Manhã. Um post num grupo com 5000 jornalistas chegou a capa de jornal e ainda se declara  um exclusivo, coisa que, no termo jornalístico da coisa, é ridículo. Resta ao Correio da Manhã a garantia de que é um exclusivo porque nenhum jornalista com cérebro iria sequer considerar pegar nisto.

A "jornalista" Sofia Martins Santos pegou. Houve um editor no Correio da Manhã que achou que sim senhora, que aquilo era matéria para capa. Sobretudo se reduzir o nome da jornalista Fernanda Câncio a 'Ex' de Sócrates.

Sofia Martins Santos, o Google não é amigo de jornalistas que fazem merda. E os males do voyeurismo chegam a todos.

Podia terminar o post a dizer "que te sirva de lição". Mas, do que conheço do Correio da Manhã, a continuar com esta baixeza é muito provável que a Sofia Martins Santos chegue a editora. Tudo depende do quão baixo estiver disposta a descer.

5 comentários:

Catsone disse...

Por acaso esse pasquim e outro que julgo ser do mesmo conglomerado (o record) são coisas que não consigo catalogar na mesma classe denominada "jornais".

Kuozzo disse...

Tenho o sonho de passar uma semana na redação do correio da manhã. As pessoas que trabalham lá precisam de um estudo científico.

Anónimo disse...

És muita atrasada mental. Achas mesmo que foi a rapariga que escreveu aquilo pq quis...
Primeiro devias saber que foi ordem de cima e obrigaram a miúda a colocar o nome.
Depois vens para aqui por os dados pessoais... devias ter a puta da vergonha.

RF

Sara non c'e disse...

Olá Sofia, ou amiga pessoal. Obrigada pelo teu comentário, embora duvide muito dele. Quanto a dados pessoais... Uma página de facebook que qualquer pessoa consegue encontrar, e o nome com que a própria pessoa assina num jornal nacional? Vá, este comentário não era mesmo a sério, pois não? Aguardo uma resposta melhorzinha para a próxima.

Anónimo disse...

Primeiro não é a Sofia e não é amiga, é pessoa conhecida da Sofia que já esteve com ela e sabe da história.
Cumprimentos,
RF